SESSÕES ORDINÁRIAS: TODAS AS SEGUNDAS-FEIRAS, ÀS 18h30
Combate a corrupção
X
ÚLTIMAS NOTÍCIAS / RESULTADO
 
Indústrias e empresas de atacado que alugarem imóveis para instalação de sede em Marialva terão incentivo fiscal
 
14/06/2022
Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Marialva
Crédito: imagem ilustrativa

Foi aprovado por unanimidade dos vereadores da Câmara Municipal de Marialva o Projeto de Lei Ordinária nª30/2022 que garante o incentivo fiscal de inexigibilidade do pagamento de IPTU para indústrias e comércios de atacado ou distribuição que alugarem imóveis para se instalarem em Marialva. 

 

A proposta, de autoria do Executivo, foi discutida em regime de urgência com dispensa de interstício na sessão ordinária de ontem à noite (13/6). Atualmente, o Programa Marialva Cidade Empreendedora, regulamentado pela Lei Municipal n° 1417/2010, prevê a inexigibilidade por até dez anos para  empresas do ramo industrial ou comercial de atacado ou distribuição que tenham adquirido terreno no Município para instalação da sede ou matriz do empreendimento. 

 

Com a alteração, o incentivo passará a ser estendido também para aquelas que alugarem terrenos para instalação do empreendimento, transferindo o domicílio fiscal para Marialva. No caso de imóvel alugado, a inexigibilidade será concedida pelo período de até cinco anos. 

 

Segundo a justificativa, o objetivo é fomentar a expansão industrial no Município, gerando emprego e renda. 

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» Vereador Paulinho cobra execução da pintura para demarcação de vagas de estacionamento
» Confira os projetos em pauta na sessão ordinária da Câmara de Marialva nesta segunda-feira, dia 4 de julho
» Câmara aprova criação do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial
» Confira os projetos em pauta na sessão ordinária da Câmara de Marialva nesta segunda-feira, dia 27 de junho
» Câmara vota programa de capacitação e apoio psicológico de cuidadores familiares
» Pedreiro, fiscal de obra, guarda municipal: confira os cargos que passarão a receber adicional por natureza do trabalho
VER TODAS