SESSÕES ORDINÁRIAS: TODAS AS SEGUNDAS-FEIRAS, ÀS 19H30
X
ÚLTIMAS NOTÍCIAS / EM 1ª DISCUSSÃO
 
Projeto prevê repasse do orçamento para incentivo ao esporte amador
 
05/06/2019
Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Marialva

Foi aprovado, em primeira discussão na sessão ordinária da Câmara Municipal de Marialva desta segunda-feira (3), o Projeto de Lei Ordinária nº 24/2019, de autoria do Poder Executivo, que institui o Programa de Incentivo ao Esporte Amador. 


Com o objetivo de valorizar os atletas e entidades esportivas que representam o Município em competições no Paraná, Brasil e no Mundo, a proposta estabelece que o Executivo poderá repassar recursos às associações esportivas e paradesportivas, sem fins lucrativos, e oferecer auxílio aos atletas praticantes do esporte de alto rendimento das modalidades olímpicas e paraolímpicas. 


Os procedimentos e os critérios para a concessão do repasse ficarão a cargo da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, por meio de uma Comissão Técnica de Análise e Acompanhamento, que deverá considerar na avaliação, dentre outros quesitos, a participação em eventos oficiais, os resultados obtidos no último ano, o histórico do grupo na modalidade e a comprovação de capacidade técnica da entidade. 


Já os auxílios poderão ser repassados aos atletas e paratletas que tenham entre 18 a 35 anos, morem em Marialva e estejam vinculados à alguma associação municipal sem fins lucrativos. O auxílio transporte tem valor que varia de R$ 150, para deslocamento de até 100km, a R$ 250 para deslocamento acima de 300km. Já o auxílio inscrição, para eventos oficiais realizados no Paraná, tem valor máximo de R$ 200. 


Em contrapartida, o atleta deverá autorizar o uso de sua imagem em anúncios oficias do Município, bem como usar a marca oficial do Município em seus uniformes e demais materiais de divulgação e marketing. 


Para evitar o nepotismo, o projeto prevê que não poderão receber recursos associações que tenham como dirigentes, controladores ou membros, agentes e servidores públicos, bem como cônjuges, companheiros ou parentes em linha reta, colateral ou por afinidade até o 3º grau. 


Se sancionado, a Secretaria deverá lançar e divulgar o plano de trabalho, bem como as documentações que deverão ser apresentadas para pleitear o benefício. Demais especificações deverão, posteriormente, ser estipuladas por meio de decreto.  


O vereador Luciano Dário (PSC) que havia apresentado a Indicação nº 37/2019 em março deste ano solicitando a implantação do programa no Município, ressaltou a importância da concessão do benefício. “Pegamos o programa de incentivo olímpico e paraolímpico de Maringá e, junto com o Secretário de Esportes, Maikon Maikon Parpinelli, e com o assessor jurídico João Vitor Pimentel, enquadramos o projeto para a realidade do nosso Município. Em Marialva, há vários atletas de modalidades individuais, como luta, corrida, bicicleta, que têm se destacado com excelentes resultados em campeonatos a fora e que também poderão ser atendidos por essa lei”, disse, Dário (PSC). A elaboração do projeto também contou com o apoio dos vereadores Wesley Araújo (PR) e Onesimo Bassan (PDT). 


O vereador Xuxa (PMDB) encaminhou ao Executivo um ofício questionando qual a dotação orçamentária disponível para colocar o programa em prática.  Segundo ele “o projeto é muito bom, mas não específica de onde virá esse recurso, o que é preocupante", disse. 

 

A proposta recebeu unanimidade de votos favoráveis e entra em segunda dicussão na sessão da próxima segunda-feira (10). 

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» Câmara publica edital de pregão para a concessão de direito de uso de softwares de gestão pública
» Estrada Escolinha agora leva o nome de Professor Paulinho
» Saiba o que acontece com o eleitor que não fizer o recadastramento biométrico
» Saúde presta contas do atendimento realizado no primeiro quadrimestre de 2019
» Ex-vereador Waldomiro de Sá morre aos 77 anos
» Confira os projetos que estão em pauta na sessão desta segunda-feira, dia 17 de junho
VER TODAS