SESSÕES ORDINÁRIAS: TODAS AS SEGUNDAS-FEIRAS, ÀS 18h30
Combate a corrupção
X
ÚLTIMAS NOTÍCIAS / RESULTADO
 
Vereadores aprovam a criação de carteirinha para garantir o atendimento prioritário a pessoas com doenças não visíveis
 
25/05/2023
Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Marialva
Crédito: Assessoria de Imprensa da Cmara Municipal de Marialva

Além do Colar Girassol para axuliar a identificação de pessoas com deficiências não visíveis, a Secretaria Municipal de Saúde passará a ofertar gratuitamente a Carteirinha de Identificação para pessoas com doenças não visíveis. O Projeto de Lei nº 14/2023, de autoria da vereadora Sheila Gabarron, que prevê a criação da carteirinha, foi aprovado por unanimidade dos parlamentares da Câmara Municipal de Marialva na sessão ordinária da última segunda-feira (22/5). 

 

Os dois instrumentos, juntos, vão oferecer mais assistência e segurança, com a garantia de atendimento humanizado e prioritário em órgãos públicos e estabelecimentos privados, como bancos, farmácias, entre outros.

 

Segundo a vereadora, a intenção do projeto foi dar mais abrangência à Lei Municipal nº2538/2022, que instituiu o uso do colar para identificar pessoas com transtorno e sindromes ocultas. Com a carteirinha e a mudança da redação da lei, o atendimento prioritário se estende também para pessoas com doenças não visíveis, como depressão, ansiedade, transtornos alimentares, transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, etc.

 

A carteira pode ser usada como uma forma de identificação que permita às pessoas com doenças não visíveis serem reconhecidas como portadoras de uma condição de saúde que requer atenção e cuidado especial.Ao apresentar a carteira em locais públicos, como escolas, universidades, hospitais e transporte público, as pessoas com doenças não visíveis podem receber apoio e compreensão de outras pessoas, o que pode ajudar a reduzir o estigma e a discriminação. 

 

A carteira de identificação também pode ter um impacto positivo na saúde pública. As pessoas com doenças não visíveis muitas vezes têm dificuldade em acessar serviços de saúde adequados, pois suas condições podem ser menosprezadas ou subestimadas. Com a carteira, as pessoas com doenças não visíveis podem receber um tratamento mais adequado e individualizado, o que pode melhorar a sua saúde e bem-estar geral.

 

"Outra medida será trabalhar com campanhas educativas para orientar os proprietários de estabelecimentos comerciais sobre o significado do Cordão de Girassol e das carteirinhas. Dessa forma também teremos um controle melhor dos diversos tipos de deficiências ocultas e doenças não visíveis e, com base nessas informações, poderemos criar mais políticas públicas que assegurem os direitos dessas pessoas enquanto cidadãos", reforçou a vereadora. 
 

 
 Galeria de Fotos
 
 Outras Notícias
» Confira os projetos que serão votados na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 29 de maio.
» Vereadores buscam recursos para a implantação de refeltores com energia fotovoltaica no Estádio Municipal
» Vereadores aprovam reajuste de 35% para técnicos, auxiliares, fiscais, recepcionistas e outros cargos
» Projeto permite o transporte de animais de estimação de pequeno porte no transporte público de linha municipal
» Festa da Uva poderá ter "Hora do Silêncio", em benefício as pessoas com autismo.
» Estudantes da rede municipal assistem palestra sobre consciência ambiental na Câmara de Marialva
VER TODAS